segunda-feira, 20 de junho de 2022

Natividade comemora os seus 71 anos com shows

A cidade de Natividade, no Noroeste Fluminense, completa 71 anos de emancipação político-administrativa nesta quarta-feira (20/6). Para comemorar o aniversário, foi montada uma programação de shows que vai até o domingo (24/06), na Avenida Amaral Peixoto. 

Igreja - Foto: Luiz Martins

Natividade é uma cidade do interior do estado do Rio de Janeiro. Os habitantes se chamam natividadenses. O município se estende por 386,7 km² e conta com aproximadamente 15.500 habitantes. A densidade demográfica é de 39,6 habitantes por km² no território do município. Vizinha dos municípios de Porciúncula, Varre-Sai e Itaperuna, Natividade se situa a 20 km a Norte-Oeste de Itaperuna,  maior cidade nos arredores. 

Prefeituta - Foto: Luiz Martins

A história de Natividade começou com a colonização das terras que fazem parte do Município, e teve seu início entre 1821 e 1831. O desbravador da região foi José Lannes (ou de Lana) Dantas Brandão que, segundo alguns autores, teria pertencido à Milícia de D. João VI e, segundo outros, teria sido desertor da força pública de Ponte Nova, Minas Gerais.

Na região vieram-se estabelecer, pouco depois, seus irmãos Antônio e Francisco, seu pai, Capitão João F. Dantas Brandão e outros parentes como José Ferreira Cesar, sua mulher D. Maria Angelina da Luz e os índios Puris domesticados. 

Com o nome de Nossa Senhora da Natividade foi o núcleo populacional transformado em Freguesia, em 1861, e elevado à categoria de Vila em 1885, com o nome de Vila de Itaperuna.

Várias modificações político-administrativas se processam na região, até 1890, quando foi criado Município de Natividade do Carangola, sendo a Sede do povoado elevada, à categoria de Vila. Município foi extinto um ano depois e restabelecido em 1947. 

Para comemorar o aniversário, foi montada uma programação de shows que vai até o domingo (24/06), na Avenida Amaral Peixoto.

Programação:

Quarta-feira (20/06) - Banda Álibi e Chapas do Brasil

Quinta-feira (21/06) - Nelson Príncipe Negro

Sexta-feira (22/06) - Bárbara Luquetti

Sábado (23/06) - Júnior & Gustavo

Domingo (24/06) - Batuque de 2 e Hellen Cristina

Natividade ficou conhecida no mundo com aparição de Nossa Senhora de Natividade. 

Foto: Luiz Martins

Diariamente, fiéis prestam homenagem à Nossa Senhora de Natividade, em seu santuário localizado em um sítio próximo de Natividade. Com festividades e romarias, anualmente a comemoração em homenagem a Nossa Senhora é no dia 12 de Julho. 

Sítio das Aparições. 

O Sítio das Aparições fica a apenas 6 km do centro da cidade, e é lá que fiéis de todo o país vão não apenas reafirmar a sua fé, mas também orar, fazer seus pedidos e agradecer. Conhecido como Sítio dos Milagres, é onde há a construção de uma réplica fiel da casa de Maria, em Éfeso na Turquia. Foi lá que o médico e advogado Dr. Sebastião Fausto Barreira de Faria viu a santa por cinco vezes entre as décadas de 60 e 70.

Sítio Santuário Nossa Senhora - Foto: Luiz Martins

Nossa Senhora teria sido vista por cinco vezes pelo médico e advogado Fausto Faria, dono do sítio, no local onde atualmente fica o altar. A presença de Nossa Senhora também é lembrada em missas e orações na igreja de Natividade. 

Santuário de Nossa Senhora de Natividade - Foto: Luiz Martins

No Rio, os organizadores Católicos sempre se reunem e promovem visitas ao local. (Por Luiz Martins)

sexta-feira, 10 de junho de 2022

Unimed-Rio realiza trilha na Pedra da Gávea no Dia dos Namorados

Atividade faz parte do Programa Trilha Zen e dessa vez o percurso terá 4KM.  

Foto: Unimed

No Dia dos Namorados (12/06), a Unimed-Rio oferecerá um programa para lá de especial para os apaixonados por trilhas. Desta vez, o Programa Trilha Zen acontecerá na Pedra Bonita e terá vagas para 15 participantes. Para se inscrever o interessado deve baixar o app da MUDE, escolhidos serão aqueles que mais praticaram modalidades de aulas diferentes da MUDE. 

Foto: Unimed
O encontro será na Lagoa Rodrigo de Freitas, em frente à rua Garcia D'Ávila. De lá o grupo irá de van até o portão de acesso à trilha da Pera Bonita, onde começará a caminhada. O percurso começa por uma rua de acesso à rampa de voo livre que possui entrada da trilha. Apesar de ser acessível a carros, a inclinação é bastante acentuada, sendo a parte mais intensa da jornada. 

Depois da guarita, na entrada da trilha terão alguns degraus e logo a caminhada ficará um pouco mais suave. Depois de 2km em uma mata fechada, chegará o momento mais especial e para os enamorados, super romântico: a chegada à Pedra Bonita e uma visão de aproximadamente 180°. Ainda haverá aula de yoga e tempo para relaxar e admirar o visual. 

Foto: Unimed

“O Programa Trilha Zen está sendo um sucesso. Esse percurso não será diferente e ainda numa data tão especial. Nossa ideia é que os casais trilheiros venham participar desse dia de aventura conosco. A Pedra Bonita é um dos cartões postais mais famosos do Rio e é de arrancar suspiros”, afirmou afirma Mauro Madruga, superintendente de Mercado e Operações da Unimed-Rio. 

Foto: Unimed

O cronograma de trilhas, composto por oito rotas, vai se estender até março de 2023 e ainda inclui Pico da Tijuca, Rio Morto até Parque da Prainha (mirante do Caete), Travessia Floresta da Tijuca até o Parque da Cidade, Pico do Papagaio e Praias Selvagens -- Pedra de Guaratiba até Grumari. (Por Luiz Martins) 

Informações gerais da trilha -- Morro da Urca:

Dia: Domingo, 12 de junho

Horário: 8h.

Ponto de encontro: Lagoa Rodrigo de Freitas, em frente à rua Garcia D'Ávila.

Distância a ser percorrida: até 4km.

Características do terreno: quase nenhum trecho técnico, apresentando subidas de média distância.

Condicionamento físico: para pessoas que estejam acostumadas a praticar esportes regularmente.

Destaques: vista da praia de São Conrado, praia da Barra da Tijuca, Pedra da Gávea, Morro Dois Irmãos, Cristo Redentor e Bairros da Zona Oeste. 

Fonte: FSB Comunicação

Débora Rolando (debora.rolando@fsb.com.br)

quarta-feira, 8 de junho de 2022

Jovens de comunidades contra o aquecimento global

UFRJ organiza ato de jovens de comunidades contra o aquecimento global na Praça Mauá. 

Foto: Luiz Martins

O Fórum de Cultura e Ciência da UFRJ reunirá, neste sábado (11), das 9h às 12h, jovens de comunidades de Duque de Caxias, Maré, Rio das Pedras e Morro do Cavalão (Niterói) para um Ato da Juventude pelo Clima, que acontecerá na Praça Mauá. O evento faz parte da programação da Semana do Meio Ambiente e é o resultado do curso “A Chapa Esquentou, cria! Reação dos Territórios a Emergência Climática. 

O curso teve objetivo de capacitar jovens universitários e a juventude de diversos territórios periféricos para atuar como líderes em temas relacionados à emergência climática. Foram 4 módulos entre abril e maio, com aulas na UFRJ e nos territórios, com professores da UFRJ e ativistas como facilitadores do curso. 

O ato reforça a necessidade de uma ação urgente da sociedade para impedir que as mudanças climáticas provoquem ainda mais estragos na vida das pessoas, sobretudo as mais pobres e periféricas, e para reafirmar o protagonismo da juventude nessa temática e promover um grande encontro entre grupos favelados/periféricos, intelectuais, ativistas climáticos. (Por Luiz Martins) 

Serviço

Evento: Agora é a hora! Ato da Juventude pelo Clima

Data: 11 de junho (SÁBADO)

Horário: 9h às 12h

Local: Praça Mauá, Rio de Janeiro - RJ.

domingo, 5 de junho de 2022

Dia mundial do meio ambiente

5 de junho é o dia mundial do meio ambiente.

Meio ambiente é um conjunto de condições e influências naturais que envolvem os seres vivos e age sobre eles. Assim sendo, o meio ambiente não envolve somente plantas, animais e belas paisagens, mas todos os seres vivos e os ambientes em que nele vivem. Enquanto não houver uma harmonia entre essas convivências, a vida no planeta se tornará cada vez mais difícil.

Foto: Luiz Martins

Pequenas atitudes podem melhorar o visual e diminuir os impactos ambientais. Construir um modo de vida que mantenha o planeta saudável é o desafio de cada habitante da Terra. Por isso, as ações devem ser contínuas e imediatas. Algumas medidas simples podem contribuir para manter recursos naturais e não poluir o local onde vivemos.

Foto: Luiz Martins

O papel das florestas na vida do ser humano nunca foi bem compreendido. Entretanto, com a repercussão negativa na qualidade de vida e só depois de muitos anos, as influências florestais sobre o clima, ar, água, solo, saúde e aspectos psicológicos na vida de todos ganharam a real importância.

Precisamos ter consciência das atitudes que devemos ter com o ambiente em que vivemos, pois a nossa sobrevivência depende dele. (Por Luiz Martins)

sábado, 4 de junho de 2022

Jornal Impacto faz 26 anos de existência

Neste mês de junho, o Jornal Impacto está fazendo 26 anos de existência. Embora ainda relativamente novo, o Impacto tem muita história pra contar. 

A sua criação se deu por uma necessidade. Na década de 90, o jornalista Elias Ribeiro do Nascimento convidou o também jornalista Luiz Martins para participar de alguns trabalhos que ele estava desenvolvendo nas comunidades do Rio. Em 1996, Elias Ribeiro e Luiz Martins resolveram criar o Jornal Impacto com a proposta de divulgar os projetos e os acontecimentos de diversos bairros do Rio.


Além de ser um dos jornais credenciados para participar dos grande eventos esportivos do país, como a Copa do Mundo, Olimpíadas 2016, Rock in Rio, entre outros. Ao longo dos anos, recebeu alguns títulos, incluindo os da ONU. 

Hoje, vivemos em um mundo onde a informação está em todos os locais e a qualquer hora. A comunicação é uma das maiores necessidades do ser humano e existem diferentes formas de ela ser recebida pelo usuário, como pela televisão, por revistas e jornais, além da rádio e da internet.  Hoje, o Impacto é visto em 10 (dez) países, sendo que 60% nos Estados Unidos. 

O jornalista continua sendo insubstituível neste seguimento, pois as regras que orientam a sua atividade diária continua sendo aplicada. Porém, o crescimento da oferta de informações tornou um pouco obsoleta a função do jornalista de coletar, checar, formatar e distribuir notícias, tudo o que caracterizava o trabalho importantíssimo dos jornalistas durante muitos anos. 

A nossa proposta é continuar trabalhando com responsabilidade para que a nossa missão seja alcançada plenamente, informar de uma forma diferenciada sendo sempre a voz do povo do Rio. Aproveitamos a oportunidade para agradecer aos nossos leitores por nos fazer chegar tão longe.

Um grande abraço a todos. Equipe do Jornal Impacto.

segunda-feira, 30 de maio de 2022

Parabéns aos geólogos

Celebremos no dia 30 de maio, o dia do Geólogo.

Profissionais que desvendam os segredos da natureza, que ampliam fronteiras, buscam e viabilizam o aproveitamento dos recursos naturais em prol da humanidade.

Foto: Geólogo Luiz Paulo Gomes Martins

Uma das características marcantes dos geólogos é a sua paixão pela ciência que abraçaram. Cientistas da terra que carregam consigo um intenso brilho no olhar ao falar de suas áreas de estudo. O amor que eles sentem pela geologia é também um amor pelas estruturas do nosso planeta.

Profissionais que trabalham em defesa do meio ambiente, tornando possível a existência neste ponto ímpar do universo e merece todos nossos cumprimentos. Num país onde os valores são outros,  temos que reconhecer a importância do geólogo, que muitas vezes desenvolve um trabalho solitário e anonimamente.  Uma profissão notável,  que empreendendo ciência, tecnologia, atitudes e sentimentos, fomenta o crescimento e a melhoria da qualidade de vida do ser humano.

Parabéns a todos os geólogos, principalmente ao Luiz Paulo, filho de Luiz Martins, o qual, seu pai tem muito orgulho de sua profissão. (Por Luiz Martins)

sexta-feira, 27 de maio de 2022

Esclerose múltipla cresce trinta por centro na rede pública

Exame de ressonância magnética é fundamental no diagnóstico da doença. 

Imagem: iStock

Um levantamento realizado pela Fundação Instituto de Pesquisa e Estudo de Diagnóstico por Imagem (FIDI), gestora de serviços de diagnóstico por imagem em na rede pública, aponta que, de 2020 para 2021, o número de exames com diagnóstico de esclerose múltipla cresceu 30% na rede pública onde FIDI atua (foram 262 casos em 2020 e 341 em 2021). Até o começo de maio de 2022, a organização fez 88 diagnósticos da doença.

De acordo com o Ministério da Saúde, 2,8 milhões de pessoas vivem com esclerose múltipla no mundo e, no Brasil, aproximadamente 40 mil pacientes são acometidos pela doença.

A esclerose múltipla é uma doença neurológica autoimune provocada por mecanismos inflamatórios e degenerativos que comprometem os neurônios do sistema nervoso central. A doença atinge geralmente pessoas entre 20 e 40 anos de idade, predominantemente mulheres, e as causas envolvem predisposição genética com uma combinação de fatores ambientais, como exposição ao sol, tabagismo e obesidade, que funcionam como um “gatilho” para a manifestação da doença. 

Existem quatro graus de esclerose, sendo definidos pela quantidade e duração dos surtos clínicos, em que o paciente pode ter a perda de força de um ou mais membros, dormências e/ou formigamentos nos pés, mãos (distúrbios de sensibilidade) e tontura que pode estar associada a náusea, vômitos, tremores, alterações na fala, dificuldade para caminhar e desequilíbrio. Nos graus mais leves, esses surtos podem durar dias ou semanas e desaparecerem, com recuperação completa das possíveis sequelas. Já nos graus mais graves da doença, os surtos são mais frequentes e podem causar declínio neurológico constante do paciente, podendo ou não haver recuperação dos sintomas após os surtos”, alerta Igor Santos, médico radiologista e superintendente de FIDI. 

Diagnóstico e Tratamento. 

Os primeiros sintomas da doença são sutis e geralmente desaparecem depois de alguns dias, o que torna difícil o diagnóstico na fase inicial da doença. O paciente pode sentir formigamentos, dificuldade de andar, falta de equilíbrio e visão turva. 

O diagnóstico de esclerose múltipla é basicamente clínico, mas já existem exames laboratoriais e de imagem que ajudam a confirmá-lo e a acompanhar o seu progresso. A ressonância magnética (RM) é um exame de imagem fundamental para o diagnóstico da EM, pois permite a visualização das lesões no cérebro e medula espinhal”, explica Igor. 

Embora ainda não haja cura, há tratamentos eficazes que aumentam as chances de remissão da doença, ou seja, o paciente passa anos sem apresentar sintomas ou surtos clínicos. A esclerose múltipla é controlada com remédios, como os imunomoduladores e imunossupressores e a prática de exercícios físicos e reabilitação auxiliam na melhora da qualidade de vida e de possíveis sequelas. 

Sobre a FIDI. 

Fundada em 1985 por médicos professores integrantes do Departamento de Diagnóstico por Imagem da Escola Paulista de Medicina, atual Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), a FIDI é uma Fundação privada sem fins lucrativos que reinveste 100% de seus recursos em assistência médica à população brasileira, por meio do desenvolvimento de soluções de diagnóstico por imagem, realização de atividades de ensino, pesquisa e extensão médico-científica, ações sociais e filantrópicas. Com 2.065 colaboradores e um corpo técnico formado por mais de 400 médicos, a FIDI está presente em 77 unidades de saúde nos estados de São Paulo e Goiás, e é a maior prestadora de serviços de diagnóstico por imagem do SUS, realizando aproximadamente 5 milhões de exames por ano, entre ressonância magnética, tomografia computadorizada, ultrassonografia, mamografia, raios-X e densitometria óssea.

A Fundação também trabalha na proposição de soluções inovadoras para a saúde pública, como o sistema de análise de imagens de tomografia computadorizada por inteligência artificial, e participou da primeira Parceria Público-Privada de diagnóstico por imagem na Bahia. Por duas vezes, a FIDI recebeu o prêmio Referências da Saúde 2019 e 2020, na categoria Qualidade Assistencial, e por três vezes foi medalhista em desafios internacionais de aplicação de inteligência artificial no diagnóstico por imagem, propostos na conferência anual da Sociedade Norte-Americana de Radiologia, considerado o maior congresso do setor no mundo. Ao final de 2020, a Central de Laudos da FIDI obteve a certificação ISO 9001: 2015 de Gestão da Qualidade, pela International Organization for Standardization e, em 2021, recebeu o selo de “Excelente Empresa Para se Trabalhar” (GPTW). (Por Luiz Martins) 

Fonte: Máquina CW

quinta-feira, 26 de maio de 2022

Ternium abre inscrições para programa de Jovem Aprendiz

Vagas são destinadas a jovens de 18 a 21 anos moradores de Santa Cruz e entorno.

Ternium Siderúrgica

A Ternium, maior siderúrgica da América Latina, abriu vagas para o programa de Jovem Aprendiz. O prazo para inscrição termina nesta sexta-feira (27), e o curso tem previsão de início para julho de 2022. As vagas são destinadas a jovens de 18 a 21 anos com ensino médio completo e moradores de Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, ou demais bairros do entorno.

Ternium Siderúrgica

Segundo a Ternium, na última turma de Jovem Aprendiz, mais de 20 participantes foram efetivados e já atuam em diversas áreas da siderúrgica. Os candidatos passarão por diversas etapas do processo seletivo, como provas, dinâmica de grupo, entrevistas e exame médico. Para participar, basta realizar a inscrição no site do programa.

Além de Santa Cruz, os bairros contemplados no programa de Jovem Aprendiz da Ternium são: Realengo, Mocidade, Padre Miguel, Guilherme da Silveira, Bangu, Senador Camará, Santíssimo, Augusto Vasconcelos, Campo Grande, Benjamin do Monte, Inhoaíba, Cosmos, Paciência, Tancredo Neves, Itaguaí, Seropédica, Guaratiba e Sepetiba.

Sobre a Ternium

A Ternium é a maior siderúrgica da América Latina e, desde 2017, opera o maior centro industrial na cidade do Rio de Janeiro, em Santa Cruz. A usina tem capacidade de produção de cinco milhões de toneladas de placas de aço por ano, com alto nível de sofisticação que atende indústrias nos EUA, México, Brasil e Europa.  A empresa possui cerca de 8 mil funcionários, sendo que mais de 60% são moradores da Zona Oeste do Rio de Janeiro.  A Ternium investe mais de R$ 10 milhões por ano no desenvolvimento socioeconômico de Santa Cruz e região, por meio de projetos sociais, com foco em educação, que atendem a mais de 9 mil pessoas diretamente. (Por Luiz Martins)

Fonte: Danthi Comunicações 

Carteira Nacional de Habilitação sem agendamento

Solicitação de primeira, segunda via, renovação e adição de categoria pode ser feita sem agendamento. 

É para atender uma demanda reprimida de emissão de Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) em razão da pandemia do Covid-19, que 16 Cartórios de Registro Civil do estado, em sete municípios, incluindo a cidade do Rio, iniciam nesta quarta-feira (25.05) o atendimento ao público para emissão de primeira, segunda via, renovação e adição de categoria da carteira de habilitação. A prestação de mais este serviço em Cartórios se deu em razão de convênio firmado entre a Associação Nacional de Registradores Civis do Estado do Rio de Janeiro (Arpen/RJ) e o Departamento de Trânsito do Rio de Janeiro (DetranRJ). 

O usuário que optar por realizar estes serviços nos Cartórios de Registro Civil não precisará realizar agendamento para a realização do atendimento, bastando chegar ao posto com os documentos necessários: Carteira de Identidade Original, CPF e comprovante de residência. Além da emissão da primeira e segunda via de CNH, poderão ser realizadas ainda adição de categoria e ainda emissão de primeira e segunda via de identidade. 

“A viabilização deste convênio junto ao DetranRJ para a prestação deste novo serviço pelos Cartórios de Registro Civil, trará múltiplos benefícios à população fluminense”, afirma o presidente da Arpen/RJ, Humberto Monteiro Costa. “Ao disponibilizarmos os Cartórios como postos de atendimento, cresce a quantidade de locais e também a agilidade do processo, já que não haverá necessidade de agendamento, passando a população a ter mais uma opção para acessar os serviços do DetranRJ”, explica. 

O convênio entre as partes foi assinado no dia 15 de dezembro de 2021 na sede da Corregedoria Geral de Justiça do Estado, no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, e desde então uma série de ações estruturais e de testes pilotos foram conduzidos pelas entidades signatárias, que envolveu o DetranRJ, a Arpen/RJ e a CGJ/RJ. No Rio de Janeiro, a parceria entre os órgãos já possibilita que a primeira e segunda via de RG sejam solicitadas e entregues nos Cartórios credenciados. 

“O DetranRJ quer facilitar, cada vez mais, a vida dos cidadãos fluminenses, seja em serviços digitais ou presenciais. Já oferecemos a carteira de identidade digital para a população, além do Posto Digital, que viabiliza diversos serviços para os proprietários de veículos com o uso de celular ou do computador. E agora, para facilitar ainda mais o acesso dos usuários aos serviços, estamos possibilitando a emissão de CNHs em cartórios de registro civil, o que vai ampliar a capacidade de oferta, com a vantagem de não precisar agendar previamente o serviço”, afirma o presidente do DetranRJ, Adolfo Konder. 

A implementação do novo serviço só foi possível em razão da Lei Federal nº 13.484/2017, de autoria do deputado federal Júlio Lopes (PP/RJ), que transformou os Cartórios de Registro Civil em Ofícios da Cidadania, permitindo a celebração de convênios com órgãos públicos para realizar os serviços de recepção e entrega de documentos de identificação aos cidadãos. Além da parceria com o Detran/RJ, as unidades registrais já emitem o CPF diretamente no registro de nascimento e, no Rio de Janeiro, possuem convênio para emissão do RG em postos avançados. 

O usuário deverá chegar ao Cartório já munido do comprovante de pagamento do Duda - Documento Único do Detran de Arrecadação - junto com o pagamento uma taxa de conveniência que pode variar e chegar a R 44,40, dependendo do valor do ISS do município, a ser paga no momento do atendimento. Após a solicitação, o prazo para entrega do documento será de até quinze dias úteis, no mesmo cartório, mesmo prazo para entrega de RG. 

Confira a lista dos 16 cartórios de Registro Civil que já estão emitindo a segunda via da Carteira Nacional de Habilitação:

1º Registro Civil de Pessoas Naturais -- Ilha do Governador
Endereço: Praia da Olaria, nº 155 -- Cocotá - Ilha do Governador
Tel: 21 3386-1504

1º Registro Civil das Pessoas Naturais da Capital do Rio de Janeiro -- Centro
Endereço: Rua da Assembleia, nº 10 - Sala 1506 -- Centro -- Rio de Janeiro
Tel: (21) 3386-1504

Ofício do Registro Civil de Pessoas Naturais -- 1º Distrito -- 1ª Circunscrição - Petrópolis
Endereço: Avenida Koeller, 43 43 -- Centro -- Petrópolis
Tel: (24) 2245-6164 (24) 2245-8038

5º Registro Civil de Pessoas Naturais -- Botafogo
Endereço: Rua São João Batista, 28 - Botafogo
Tel: (21) 2522-1740

Ofício do 3º Registro Civil de Pessoas Naturais - Centro
Endereço: Avenida Graça Aranha, 416, Sala 601 a 607, Centro - Rio de Janeiro
Tel: (21) 2533-2033 (21) 2215-5109

4º Registro Civil de Pessoas Naturais - Catete
Endereço: Rua Correia Dutra, 75, 2º e 3º andares, Catete - Rio de Janeiro
Tel: (21) 2556-5113 (21) 2556-6917

Ofício do 12º Registro Civil de Pessoas Naturais -- Barra da Tijuca
Endereço: Avenida das Américas, 3939, bloco 1, loja T Bloco 1, Loja T, Barra da Tijuca
Rio de Janeiro
Tel: (21) 3495-1361 (21) 3576-1269

Ofício do Registro Civil de Pessoas Naturais -1º Distrito 1ª Zona Judiciária - Niterói
Avenida Ernani do Amaral Peixoto, 286, Sala 604 a 606, Centro - Niterói
Tel: (21) 2717-1764/ (21) 2622-2860/(21) 2613-6335

Ofício do Registro Civil de Pessoas Naturais - 1º Distrito 2ª Zona Judiciária -- Niterói
Endereço: Rua Presidente Backer, 229-A, Salas 101 e 202 sala 201, Icaraí - Niterói
Tel: (21) 2610-8844

Ofício do Registro Civil de Pessoas Naturais 1º Distrito -- 3ª Zona Judiciária - Niterói
Endereço: Rua da Conceição, 188, 1708 sala 1707 A e B, Centro - Niterói
Tel: (21) 2629-7727 (21) 2629-7727

Ofício do Registro Civil de Pessoas Naturais -- 1º Distrito -- 2ª Circunscrição -- Nova Iguaçu
Endereço: Rua Dr. Frutuoso Rangel, 127, Centro - Nova Iguaçu
Tel/ WhatsApp: (21) 98899-3916

Ofício do Registro Civil de Pessoas Naturais do 3º Distrito - Maricá
Endereço: Rodovia Amaral Peixoto km 14,5, nº 5 -- Inoã - Maricá
Tel: (21) 2636-3910 (21) 2636-4287

Ofício do Registro Civil de Pessoas Naturais do 3º Distrito -- Duque de Caxias
Endereço: Avenida Automóvel Clube, 48, Lojas 121/122 - Santa Cruz da Serra -- Duque de Caxias
Tel: (21) 2775-3962 (21) 2675-7002

Ofício do Registro de Pessoas Naturais -- 6º Distrito -- Nova Friburgo
Endereço: Rua José de Queiroz, nº 85 -- lojas 6, 7 e 8, Conselheiro Paulino - Nova Friburgo
Tel: (22) 2527-1955/(22) 2527-1955

Ofício do 9º Registro Civil de Pessoas Naturais -- São Cristóvão
Endereço: Rua São Cristóvão, 489, loja A, São Cristóvão - Rio de Janeiro
Tel: (21) 3295-0140 (21) 3295-0972

Ofício do 2º Registro Civil de Pessoas Naturais -- Santa Cruz
Endereço: Rua do Prado nº 41 Sala 201, Santa Cruz - Rio de Janeiro
Tel: (21) 3563-2864 

(Por Luiz Martins)

Fonte: infographya

sexta-feira, 13 de maio de 2022

Uma árvore de mamão

O Missionário e Jornalista Elias Ribeiro faz experiência em enxerto e transforma pé de mamão em uma grande árvore. 

Foto: Elias Ribeiro.

Aproximadamente há um ano e oito meses, Elias usou a técnica de enxerto e plantou um pé de mamão na área de sua residência, em Guadalupe, Rio de Janeiro - RJ. O pé de mamão, que já passa dos oito metros de altura, se transformou em uma árvore com diversos galhos, dando frutos em todos os galhos. 

Foto: Elias Ribeiro.

O Missionário Elias Ribeiro é presidente do INPASBRA - Instituto ImpactoSocial do Brasil e da APEB - Aliança de Pastores Evangélicos do Brasil. Elias, já fez outras experiências com enxertos na plantação de bananas, onde em apenas um pé de banana nasce dois cachos. 

O enxerto é a união do tecido de duas plantas diferentes e pode ser feito de várias maneiras. As principais mais usados são quando o solo tem bactérias e fungos, e só o porta-enxerto resiste às pragas. A outra maneira é quando se quer produzir um fruto com mais qualidade e mais quantidade.   

Foto: Elias Ribeiro.

Enxertia é um método utilizado por especialistas que trabalham com plantas (como botânicos ou agrônomos) e consiste na união de duas espécies diferentes. O processo acontece entre uma parte da planta denominada enxerto (ou cavaleiro), que é inserida em outra parte de outra planta (ou outro indivíduo de mesma espécie), que pode ser o sistema radicular ou o caule conhecida como porta-enxerto (ou cavalo). O porta-enxerto é responsável por conduzir minerais pela planta, enquanto que o enxerto é a parte de interesse da planta para continuar o desenvolvimento, sendo também responsável pela condução de substâncias orgânicas produzidas pela fotossíntese à planta enxertada. Os enxertos são oriundos de partes da planta principal que se deseja propagar, enquanto que o porta-enxerto, geralmente, utiliza sementes. 

O termo fotossíntese significa síntese pela luz, sendo o processo pelo qual plantas, algas e algumas bactérias utilizam a energia luminosa para produzir matéria orgânica. A fotossíntese é o principal meio de produção de energia dos seres autotróficos. Esse processo geralmente utiliza gás carbônico (CO2) e água (H2O) para a produção de matéria orgânica na forma de glicídios, a qual servirá de alimento para o organismo, liberando também gás oxigênio (O2) para a atmosfera no processo. Praticamente todo o oxigênio que compõe a atmosfera atual da Terra é resultado da fotossíntese. 

A semente é constituída pelo embrião, um tecido de reserva nutritivo (geralmente o endosperma) e um envoltório protetor, denominado de tegumento ou casca. É a unidade reprodutiva relacionada com a dispersão e sobrevivência das plantas. Uma grande variação no tamanho, forma, coloração e aspecto superficial ocorre nas sementes, sendo que essas características são de grande importância para sua identificação.

Em um enxerto cada planta conserva suas características e os tecidos não são unidos por completo. Porém, a condução de água e minerais pelo xilema e das substâncias orgânicas originadas pela fotossíntese e transportadas pelo floema acontecem normalmente. 

Há possibilidade de fazer enxerto entre plantas de diferentes famílias (categoria taxonômica), demonstrada por diversos especialistas. Existem métodos de enxertia mais utilizados, como a borbulhia, que consiste em se destacar a gema vegetativa (ou borbulha) da planta matriz, aquela selecionada para propagação e introduzi-la no porta-enxerto, que pode ser de uma espécie próxima, ou a mesma. A garfagem é outro método, onde se destaca parte do ramo (enxerto) que será inserido no caule de outro (porta-enxerto). Dentre estes métodos são classificados alguns tipos, onde são selecionados aqueles que garantem maiores chances de sucesso. 

Ao cultivo de árvores que produzem frutos dá-se o nome de fruticultura. Este é um conjunto de técnicas para a exploração e produção comercial de frutas em que a procura no mercado é tanto para consumo natural como para o uso na produção de alimentos industrializados, aromatizantes, cosméticos e até uso medicinal. 

O Brasil ocupa hoje o terceiro lugar como um dos maiores produtores mundiais de frutas, produzindo 42 milhões de toneladas por ano. Esse número é resultado da diversidade de climas e solo que o país possui – condições ecológicas que contribuem para a produção de frutas de ótima qualidade. (Por Luiz Martins).

Postagens mais antigas Página inicial
Copyright © JORNAL IMPACTO | Suporte: Mais Template