segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Jornalismo de luto.

É com muito pesar que noticiamos que um dos maiores jornalistas do país faleceu na tarde de hoje. Ricardo Boechat, 66 anos, jornalista da Band, estava no helicóptero que caiu no começo da tarde desta segunda-feira (11/02), no Rodoanel, em São Paulo.



A aeronave, que tinha saído de Campinas em direção a São Paulo, caiu em cima de um caminhão no km 22 da Rodovia Anhanguera, sentido interior, com o Rodoanel, em São Paulo, e explodiu. 

Exemplo de jornalista e ser humano, Ricardo Boechat era referência no país. Âncora na BandNews FM e no Jornal da Band, ele ainda tinha uma coluna semanal na revista ISTOÉ. Com coragem e muito bom humor, Boechat conseguia informar e formar opiniões em todas as classes sociais, sempre com um senso crítico e bem apurado para as notícias, se tornando um dos principais nomes do jornalismo no Brasil.

Boechat começou a carreira jornalística na década de 70 como repórter do extinto jornal Diário de Notícias, passando por jornais como O Globo, O Dia, O Estado de S. Paulo e Jornal do Brasil. Ele também ocupou a secretaria de Comunicação Social no governo Moreira Franco. 

Ao longa da carreira, Ricardo Boechat também acumulou muitos prêmios. O jornalista conquistou o Prêmio Esso em três oportunidades (1989, 1992 e 2001) e é o recordista de vitórias no Prêmio Comunique-se, ganhando em três categorias diferentes (Ãncora de Rádio, Colunista de Notícia e Âncora de TV).

Nós do Jornal Impacto, nos solidarizamos aos familiares e amigos do grande Boechat e esperamos que ele descanse em paz sabendo que deixou uma marca inquestionável não só no jornalismo, mas no país como todo.

O jornalismo não será o mesmo sem ele.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

1 comentários:

Unknown disse...

E uma grande perda para o jornalismo Brasileiro.

Copyright © JORNAL IMPACTO | Suporte: Mais Template