sexta-feira, 1 de janeiro de 2021

Prefeito do Rio reassume cargo com grandes desafios pela frente

Além da situação econômica, problemas da pandemia e na saúde, o prefeito Eduardo Paes terá que retomar as obras iniciadas por ele, e que foram abandonadas pelo prefeito Marcelo Crivella.

Eduardo Paes assina livro de posse.

Nesta sexta, 1° de janeiro, Eduardo Paes tomou posse pela 3ª vez como prefeito da cidade do Rio de Janeiro. Após fazer o juramento e assinar o livro de posse, Paes fez seu primeiro discurso como prefeito eleito, criticou a "herança perversa" da gestão anterior e disse que dará prioridade ao combate à corrupção e à recuperação econômica do município.

Paes já havia publicado 74 decretos no Diário Oficial, em um dos quais, determina investigações sobre o prefeito Marcelo Crivella, e outras medidas econômicas, como a suspensão de concursos públicos.

Sonhos e legados abandonados.

O que seriam centros de lazer para os moradores da Zona Oeste, passadas as Olimpíadas, foram abandonados pelo então prefeito, Marcelo Crivella. O legado não seguiu o seu destino. A falta de conservação atingiu, por exemplo, o Centro Aquático de Deodoro, na Vila Militar. A piscina, que teve grandes competições, possui atualmente diversas partes de suas paredes caídas e sofre com problemas estruturais, que ocorrem pela falta de conservação do local.

Piscina Olímpica de Deodoro.

Outra grande obra abandonada, o Parque Radical teve várias consequências do abandono das autoridades públicas.

Parque Radical - Deodoro.

O estacionamento tornou-se depósito de entulho e a vegetação tomou conta das rampas de acesso. A pista do Centro Olímpico, onde foram disputadas as provas de ciclismo BMX, está cheia de buracos e as rampas de acesso também foram tomadas pela vegetação.

Clínicas da família também abandonadas.

Além das clínicas que foram inauguradas e não tiveram manutenção pela prefeitura, muitas clínicas da Zona Oeste foram simplesmente abandonadas. Muitas delas já prontas para uso estão fechadas e tendo seus equipamentos roubados. Enquanto os moradores sofrem pela falta de atendimento e questionam por que as clínicas não estão funcionando.

Clinica da Família (Fechada) - Bangu. 

Bairros tradicionais e o descaso.

Bairros como Sepetiba, Praia da Brisa e Pedra de Guaratiba já são, há anos, explorados por políticos em época de eleição, e abandonados logo depois das campanhas eleitorais.

Tradicional coreto de Sepetiba.

Patrimônios públicos de uso da comunidade que deveriam ser preservados, devido não só ao alto custo de sua construção como também à preservação de importantes pontos turísticos da região para visitantes e moradores, são abandonados e trazem perigos à população.

Orla de Sepetiba.

O bairro de Sepetiba é um local histórico, de beleza única, que já foi considerado paraíso litorâneo, comparado até mesmo com a região de Búzios, e suas praias serviram como porto colonial para exportação de Pau-Brasil à Europa. Atualmente, vive sob óleos e esgotos.

Passeio pela Orla de Sepetiba.

Sepetiba, que já chegou a estar entre os maiores pólos pesqueiros do país, enfrenta a grande dificuldade dos pescadores locais. Seus moradores reclamam da falta de opção de lazer, pois até a tradicional orla está abandonada.

Outro bairro que também pede socorro é a Praia da Brisa. 

Praia da Brisa - RJ.

Localizada entre Sepetiba e Pedra de Guaratiba, Praia da Brisa era um dos mais belos parques à beira-mar da cidade, com os seus cataventos, chuveiros, pista de cooper, ciclovia, trailers diversificados e muito verdes. 

Yoga no pier da Brisa.

Porém, assim como Sepetiba, também foi esquecida pelos governos e hoje sofre com abandono.

Pedra de Guaratiba também sofre.

Não é de hoje que os moradores de Pedra de Guaratiba reclamam da falta de manutenção dos píers, que estão com as madeiras apodrecendo e com grande parte deles já caídas, deixando buracos nas passarelas.

Pedra Guaratiba - RJ.

O píer é importantíssimo para os moradores e grupos da terceira idade que utilizam esse espaço em seus passeios e atividades físicas.

Passear pelo pier, uma atração dos visitantes.

A prefeitura abandonou completamente esse patrimônio tão importante para o bairro. As queixas vão desde falta de iluminação até falta de segurança, pois mesmo caindo aos pedaços, algumas pessoas usam o local.

Pier caindo aos pedaços.

Proprietários de restaurantes estão tendo muita dificuldade para manter os seus estabelecimentos funcionando, por falta do seu principal ponto de lazer.

Eduardo Paes terá muito trabalho pela frente. 

(Por Luiz Marins).

0 comentários:

Copyright © JORNAL IMPACTO | Suporte: Mais Template