terça-feira, 2 de agosto de 2016

Projeto Praia Para Todos.

O Praia Para Todos é um projeto idealizado pelo Instituto Novo Ser, em 2008, com objetivo de desenvolver uma infraestrutura acessível para as pessoas com necessidades especiais poderem acessar as praias da cidade do Rio de Janeiro.



A ideia era criar postos com recursos assistivos (cadeiras anfíbias, esteiras, material desportivo e de apoio) e ter uma equipe técnica para desenvolver atividades inclusivas. O projeto foi, sem dúvida alguma, uma grande conquista. Além de possibilitar o melhor acesso às praias do Rio, viabiliza os portadores de necessidades especiais, em especial os cadeirantes, a exercer o seu direito à cidadania. A intenção de fazer do Posto 3 da Barra da Tijuca um modelo pioneiro de acessibilidade foi um exemplo a outros pontos da cidade. A iniciativa tem como objetivo promover mais sociabilidade e despertar a atenção da opinião pública para a falta de estrutura adequada às pessoas com necessidades especiais, além de aumentar a integração destas à natureza e ao esporte.


No dia 25 de janeiro de 2015, foi inaugurada a primeira rampa de concreto no Posto 3 da Barra da Tijuca do projeto. Mais uma conquista de um programa pioneiro de acessibilidade às praias no Brasil que oferece atividades de lazer e esporte para pessoas com necessidades especiais. Os coordenadores do Instituto Novo Ser e responsáveis pelo projeto, Nena Gonzalez,  Ricardo Gonzalez e Fábio Fernandes falaram sobre a importância da rampa de concreto e no quanto ela facilita o acesso à praia sem a necessidade de estender a longa esteira da calçada até a extensão de areia. Eles afirmaram que a rampa no Posto 3 representa um marco do Praia Para Todos e servirá como exemplo para outras praias do Rio. Os coordenadores também aproveitaram para agradecer o apoio do prefeito do Rio, Eduardo Paes, e o empenho do secretário de transporte à época, Carlos Osório, que foi essencial para que o trabalho acontecesse. Agradeceram também a Marcus Belchior, secretário municipal de conservação e o Coronel Outeiro, comandante do grupamento do Corpo de Bombeiro da Barra da Tijuca, que foram fundamentais na realização do projeto.


Promover mais sociabilidade e despertar a atenção da opinião pública que não oferece estrutura adequada aos portadores de necessidades especiais é a função principal do Instituto Novo Ser. Os frequentadores não têm ideia do trabalho que é organizar esse evento, preparando o local com horas de antecedência para receber os convidados participantes.


Os coordenadores do projeto continuam negociando com a Prefeitura do Rio, em busca de patrocinadores visando oferecer à sociedade outros pontos fixos e acessíveis no extenso litoral carioca.


Assim como trabalhamos em defesas de outras causas relacionadas a necessidades especiais, acreditamos que podemos fazer mais, pois temos o poder da veiculação. Embora esta tarefa não seja só dos jornais, mas de todos que tem acesso aos veículos de comunicação, tais como: blogs, Facebook, Twitter, entre outros. A publicação da exigência de novas regras de transporte para atender as pessoas com necessidades especiais, maior acessibilidade pelas ruas, a continuação do Praia Para Todos em outras localidades deveria ser um compromisso do Brasil sobre os Direitos das Pessoas. Cabe a nós o direito de cobrar para que esta missão seja alcançada. 
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Copyright © JORNAL IMPACTO | Suporte: Mais Template