terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Virou as costas eu falo na cara


A classe que mais cresce no mundo é a fofoqueira. Estudos afirmam que o termo "Fake News" foi criado por fofoqueiros.

Fofoqueiro é uma espécie que aparece do nada. Ele aparece nas empresas, nas igrejas, grupos de amigos, reunião de família, etc. Não importa o lugar, pois onde existem mais de três pessoas tem um fofoqueiro.

Seja no trabalho ou no lazer, o fofoqueiro é o que mais prejudica o ambiente. É o perfil mais difícil de lidar em uma equipe, pois o fofoqueiro ganha do enrolador e do ranzinza.

Todo tipo de fofoca, até mesmo a considerada boa, prejudica o convívio social. O ambiente fica pesado, carregado e há sempre um alvo, que pode ser um amigo ou você, afinal, em todo lugar tem um fofoqueiro.

Se você tem um amigo fofoqueiro ou uma amiga fofoqueira, cuidado! Se ele ou ela fala dos outros para você, provavelmente, também faz a mesma coisa contra você. Sempre bem informado, fofoqueiros sabem tudo sobre todos. Geralmente, eles sabe mais sobre você do que você mesmo.

E quando os fofoqueiros são necessários? Quando você exerce a função de coordenador e quer saber o que está rolando no setor, convoca uma reunião com os fofoqueiros. Quando você é o chefe e percebe que a fofoca está ganhando muita atenção, chama os principais fofoqueiros para uma conversa. O grande desafio é você trazer a sua equipe para você, inclusive os fofoqueiros. Em muitos casos, a demissão do fofoqueiro não é um bom negócio, pois ele vai sair falando mal de você e de toda sua equipe. O bom mesmo é não contratá-lo, mas se ele já está na equipe, não deve ser eliminado. Quando você é o responsável pela contratação de empregados, é fácil descobrir quem é fofoqueiro. É só perguntar porque ele saiu do último emprego, que ele vai dizer todos os defeitos de seu ex-chefe ou patrão.

Segundo o Papa, a fofoca é um dos perigos que "enfraquece as comunidades eclesiais", porque "é uma espécie de sarampo, que penetra entre as pessoas, e não se pode viver sem rebaixar o outro". “Quantas vezes ouvimos dizer: ‘Aquela mulher é tão boa e vai sempre à igreja, mas é uma fofoqueira’. Bendito serviço faz à Igreja uma pessoa assim!”, lamentou o Papa.
(Por Luiz Martins)
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Copyright © JORNAL IMPACTO | Suporte: Mais Template