sexta-feira, 15 de março de 2019

Hoje, dia 15 de março, é o Dia da Escola.

Deveria ser um dia para comemorar, porém, já faz tempo a escola deixou de ser a segunda casa, pois não existe a primeira.

Na realidade, a escola nunca foi para todos no Brasil. A história comprova que, no Brasil, as primeiras escolas eram dirigidas pelos jesuítas vindo de Portugal, ainda na era colonial, mas nem todos eram aceitos. Os escravos e as mulheres não recebiam educação, e os homens brancos acabavam indo estudar nos colégios religiosos. Os mestiços eram os únicos que procuravam as escolas dos jesuítas, que inicialmente não os queriam aceitar. Os colégios jesuítas tiveram que ceder, no entanto, por causa dos subsídios de "escola pública" que recebiam.

Embora, hoje em dia, se diga que a educação já é um direito de todos os brasileiros, há uma grande dificuldade de se conseguir uma vaga nas escolas públicas.

E não podemos negar que a internet foi uma grande evolução no aprendizado, mas uma inimiga na relação pais e filhos.

Como citei na matéria "A sociedade está doente e ninguém percebe", a internet afastou os pais dos filhos, e isso afetou os dois lados, pois ambos estão ocupados com suas redes sociais. Ninguém escuta mais vozes, pois todos estão dentro de seus quartos e trancados em seus mundos. Além disso, ela criou um outro problema sério na vida dos professores, o aluno não precisa, necessariamente, ir à escola para ter acesso à informação e ao conhecimento e acha que já sabe tudo e não precisa ouvir o professor, pois, em alguns minutos de pesquisas terá a resposta. Mas é aí que está o maior problema, as redes mostram uma realidade virtual que não condiz com a verdade. E é por causa dessa metodologia que estamos formandos bárbaros cheios de conhecimentos que não sabem viver em sociedade. Eles não aprenderam valores como a tolerância, a solidariedade, o cuidado com o planeta, e o respeito ao próximo.

Se quisermos mudar o futuro dos jovens, teremos que mudar a postura da família, a postura da escola como instituição, como formadora de pessoas, e não como a solução de uma educação maternal. Para isso, precisamos, urgentemente, mudar o comportamento familiar. Além disso, algumas ações precisam ser implementadas pelo sistema educativo, onde o professor deverá ser peça importante no processo evolutivo como elemento que irá favorecer a aprendizagem e a formação do aluno como profissional e como cidadão.

Assim, poderemos comemorar o Dia da Escola e sua importância em nossas vidas, valorizando a instituição e os grandes mestres da educação.

Aproveito o dia de hoje para mandar um grande abraço para a Escola Técnica Estadual João Luiz do Nascimento (ETEJLN), e dizer que tenho muito orgulho de ter sido parte desta grande família.
(Por Luiz Martins)
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Copyright © JORNAL IMPACTO | Suporte: Mais Template