sábado, 26 de outubro de 2019

Sobreviventes desiguais

Estamos vivendo um momento de reflexão sobre os rumos do planeta. Nunca o assunto "sustentabilidade" ficou tão em alta.


Pescador de siri sofrendo com óleos no manguezal. 
Ao mesmo tempo que ainda estamos tentando entender porque há tanta desigualdade em um mundo cheio de riqueza.

Pescadores - O que antes eram peixes, agora são garrafas pets com óleos. Foto: Luiz Martins
A sociedade tem se preocupado com a pobreza apresentando novos índices de crescimento em todos os lugares. As relações humanas nas famílias estão cada vez mais distantes, e a educação deixou de ser uma obrigação entres as pessoas.Tudo isso está relacionado aos problemas socioeconômicos das pessoas menos favorecidas.

Abandonados pelos campos por falta de trabalho - Foto: Luiz Martins
A desigualdade econômica é um dos maiores problemas da sociedade e é uma das causas de boa parte dos conflitos entre povos. O contraste econômico e social entre a população aumenta cada vez mais e apenas uma pequena parcela da sociedade detém a maioria dos recursos econômicos, enquanto que a maioria se encontra na miséria.

Desempregado que perdeu a sua casa, e hoje, vive nas ruas de Bangu - Foto: Luiz Martins
Segundo dados atribuídos pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), os rendimentos de 1% das pessoas mais ricas do mundo são compatíveis àqueles de 57% da população mais pobre do planeta. Esses dados confirmam a diferença na concentração de renda entre ricos e pobres, refletindo diretamente na alimentação, bens de consumo e serviços elementares ao ser humano no que se refere às classes em questão. Esse quadro de desigualdades sociais gera um processo de exclusão relacionado à moradia, educação, emprego, saúde, entre outros aspectos de direito do cidadão.

Desigualdades e medo nos morros da cidade - Foto: Luiz Martins
Enquanto não houver uma distribuição de renda mais justa, equilibrando a sociedade por um todo, não haverá a tão sonhada paz no mundo.
(Por Luiz Martins)
Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Copyright © JORNAL IMPACTO | Suporte: Mais Template