quinta-feira, 18 de março de 2021

Rio Pela Vida

 Abrasco - Associação Brasileira de Saúde Coletiva, lançou nesta quinta (18/03) a campanha #RioPelaVida

Campanha Rio Pela Vida

A campanha contou com diversas representações da sociedade civil – lideranças culturais, religiosas, políticas, comunitárias, sindicais, empresariais, científicas e profissionais de saúde – participaram do lançamento da campanha Rio Pela Vida, transmitida pela TV Abrasco. O movimento pretende sensibilizar a sociedade do estado do Rio de Janeiro para a necessidade de salvar vidas e conter o colapso nos municípios fluminenses.

Campanha Rio Pela Vida.

A presidente da Abrasco, Gulnar Azevedo, participou do evento, e afirmou que “A pandemia está sem controle no Brasil”. A epidemiologista reproduziu a fala de Wellington Dias, governador do Piauí e coordenador da Frente Nacional dos Governadores: se nada for feito, o país pode chegar a 4 mil óbitos por coronavírus por dia. “É inaceitável. Precisamos brigar pelo auxílio emergencial, para que as pessoas sigam o que a ciência manda: ficar em casa”, afirmou Gulnar.

Margareth Dalcolmo, médica pneumologista e pesquisadora da Fiocruz, disse que o Rio de Janeiro precisa se precaver, para não viver um abril pior ainda que março: “O estado do Rio pode ter uma situação muito mais dramática. Estamos no pior momento da pandemia de Covid-19. Os hospitais estão cheios, profissionais exaustos. Leitos ocupados. Precisamos de ajuda, de consciência, colaboração de toda a sociedade”.

A live de lançamento da campanha foi mediada pelo jornalista Roberta D’Ávila, e contou com falas de Rodrigo Oliveira, secretário de Saúde de Niterói e presidente do Conselho de Secretários de Saúde do Estado do Rio de Janeiro (COSEMS-RJ); Paulo Gadelha, ex-presidente da Fiocruz e presidente da Abrasco (2005-2006);  Lúcia Xavier, coordenadora geral da Organização Criola; Itamar Silva, coordenador do Grupo ECO, Morro Santa Marta; Rubem César Fernandes, antropólogo e diretor executivo do Viva Rio; Padre Joaquim Paim, da Paróquia N.Sra. do Pillar, em Duque de Caxias; Pastor Neil Barreto, da Igreja Batista Betânia, de Sulacap; Pai Adailton Moreira, Babalorixá do terreiro de candomblé Ilê Omijuarô; e do cineasta Zelito Viana.

Clique e assine o manifesto Rio Pela Vida.

Assista à gravação do lançamento da campanha: #RioPelaVida

(Por Luiz Martins)

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 coment�rios:

Copyright © JORNAL IMPACTO | Suporte: Luiz Martins