domingo, 14 de outubro de 2018

GUARATIBA EM MOVIMENTO


Uma iniciativa que deveria ser adotada em outros bairros, um local onde era abandonado e usado por usuários de drogas, tornou-se uma tração dos fins de semana dos moradores e visitantes do bairro Pedra de Guaratiba, graças ao projeto "Guaratiba em Movimento", que está fazendo um excelente trabalho de revitalização naquele local.

O lugar, com uma vista privilegiada da baia de Sepetiba se transformou em uma área de lazer para os moradores locais.
Preservar o meio em que vive é fundamental para manter o meio ambiente e a saúde de todos que moram nele. A ecologia é a ciência que estuda as relações entre os seres vivos e os meios onde vivem. A palavra deriva do grego oikos, que significa lugar onde se vive, ou seja, meio ambiente. Os seres humanos só conseguem sobreviver graças à natureza.

Os espaços de lazer são importantes para os moradores. Em busca de uma vida saudável, o cantinho de Pedra se transformou em um espaço para cuidar da forma física e um ambiente de convivência entre as pessoas. As crianças se divertem e experimentam prazer da liberdade, do bem estar e o convívio com a natureza. O lazer é tão importante quanto o acesso à educação, à saúde, ao trabalho e à moradia. Faz parte da lista dos direitos universais e essenciais que deveriam ser respeitados, garantidos e protegidos.

Assim como em quase todos bairros do Rio, Pedra de Guaratiba tem poucas áreas de lazer.  O lazer é fundamental para o bem estar físico do indivíduo. Toda cidade deveria ter espaços públicos bem cuidados, onde a população poderia usar como áreas de lazer.

Precisamos seguir exemplos como o do "Guaratiba em Movimento" e tomarmos consciência das atitudes que devemos ter com o ambiente em que vivemos. Às vezes, os pequenos gestos têm melhores resultados do que projetos mirabolantes que não levam a lugar algum. E, para que a nossa missão seja alcançada plenamente, compartilhe esta ideia.
(Por Luiz Martins)
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Copyright © JORNAL IMPACTO | Suporte: Mais Template